05/12/2017 às 15:30:00

Convocada pela Semcias, entidades realizam prestação de contas

Os representantes das entidades explanaram como foram aplicados os recursos na Política de Assistência Social no município de Nova Andradina, referente ao exercício de 2017.

Foto: João Cláudio
Foto: João Cláudio

Na manhã desta terça-feira (05), o auditório do Paço Municipal foi o local da realização de uma audiência pública que teve como objeto de debate a Prestação de Contas dos Recursos aplicados na Política de Assistência Social no município de Nova Andradina, referente ao exercício de 2017.

Com a participação de membros das entidades não governamentais, instâncias de controle social do município de Nova Andradina, a Audiência Pública foi conduzida pela subsecretária de Políticas de Assistência Social Sonia Rodrigues Amaral.

O ato contou com a presença e colaboração da subsecretária de Gestão do SUAS e Vigilância Socioassistencial Josefa Ferreira de Almeida, que também é responsável pelo setor de Convênios da Secretaria de Assistência Social, do secretário de Planejamento e Administração Emerson Nantes de Matos, do Procurador Geral do Munícipio Jailson Pfeifer, além de lideranças do município.


O encontro começou com uma rápida explicação sobre a importância do tema e o objetivo da audiência pública, quando na sequência, falou sobre as ações e serviços realizados, apresentando a prestação de contas do órgão gestor de Assistência Social.


Para a demonstração dos dados da prestação de contas, a subsecretária de Gestão do SUAS do Município apresentou relatórios e metas, informando sobre as receitas provenientes da União, do Estado e do recurso próprio.


Os representantes das entidades que recebem recurso do Município tiveram a oportunidade de explanar, detalhadamente sobre as ações e metas físicas e financeiras de suas entidades, bem como sobre as divisões administrativas de competências com relação aos serviços prestados.


Dentre os dados apresentados à população, foi demonstrado que o município tem valorizado as entidades que trabalham com responsabilidade e consciência em se tratando de gastos com o dinheiro público. Isso por que, a administração municipal reconhece o trabalho executado pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania e das entidades parceiras.


As entidades parceiras são: APAE, ANDEFI, ACEASNA, Fundação Silveira Coutinho, Projeto Vida Plena/Betel, Projeto Vida Nova, Lar alternativo São José, Lar Sagrado Coração de Jesus, Instituto O Bom Menino, Sociedade Benemérita Creche Shalon, Associação de Reabilitação Parceiros da Vida e Casa do Migrante. 

COGECOM

Rede Sociais