21/12/2017 às 15:49:00

Mutirão e agente de endemias realizam bloqueio contra dengue em Nova Andradina

Foram encontradas larvas em bairros como São Vicente, Vila Operária, Horto Florestal, Centro Educacional, entre outros

Glaucia Piovesan
Foto: divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da vigilância epimiológica, está realizando o bloqueio preventivo contra o mosquito Aedes aegypti em regiões onde há suspeita de casos de dengue no município.

Segundo o diretor de vigilância em saúde, Lúcio Roberto Tolentino, uma equipe específica de agentes de endemias atende as denúncias feitas pela própria população de áreas e residências abandonadas, além de visitar as localidades com casos de suspeita de dengue, Chicungunya ou Zika Vírus, por meio de informações repassadas pelo Hospital Regional ou ESFs.

O bloqueio é realizado em nove quarteirões a partir da identificação da residência do morador que apresenta sintomas dessas doenças e nos lugares em que os agentes comprovam a existência de larvas do mosquito.

No município, até o momento, foram registradas 69 notificações de dengue. A orientação é que toda a população esteja engajada nesta luta contra o mosquito. Neste período chuvoso é comum a proliferação deste mosquito. Essa semana, foram encontradas larvas em bairros como como São Vicente, Vila Operária, Horto Florestal, Centro Educacional, Irman Ribeiro, Morada do Sol, Jardim Universitário, entre outros.

A melhor forma de combater é a prevenção. Terrenos e quintais de casa devem ser mantidos limpos e organizados. É importante não acumular água em latas, embalagens, reservatório de água atrás da geladeira, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, piscinas, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

Lúcio Tolentino lembrou ainda que recentemente foi concluído um mutirão de limpeza nas Vilas Operária, Santo Antonio, Argemiro Ortega, Bairro São Vicente, retirando assim todo tipo de lixo e entulho, para que neste período de chuva o mosquito não encontre água parada para botar ovos. Este trabalho vai continuar ao longo dos próximos meses em outros bairros. “O poder público mantém permanentemente ações de prevenção e combate ao mosquito. Com a colaboração de todos vamos vencer essa luta”, reforçou.

 

Cogecom
Galeria de Fotos

Rede Sociais