Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Nove municípios participaram da competição promovida pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul

Cb image default
Divulgação

O grupo do Centro de Convivência do Idoso (Conviver) de Nova Andradina conquistou o 1º lugar no Festival de Dança Coreografa da Melhor Idade, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

A disputa contou com a participação de 116 competidores de nove municípios, na sede campestre da Associação Esportiva e Cultural Nipo-Brasileira (AECNB), em Campo Grande, na última sexta-feira, dia 15 de outubro.

A secretária Julliana Ortea participou da abertura e pode prestigiar o momento em que a delegação recebeu a premiação. A coreografia com o tema “Do chamamé ao Carimbó”, uma mistura de ritmos brasileiros, ficou a cargo do coordenador do Conviver, Hermes Santos, com arranjo de P.H e o técnico Done Garcia. 

Cb image default
Divulgação

“Depois de um período mais sombrio de pandemia, nada melhor do que ter de volta o sorriso e a alegria da nossa melhor idade. Tivemos apenas um mês de ensaios, mas muita disposição para participar. Foi uma apresentação impecável, digna de todos os elogios”, avalia o coreógrafo Hermes.

A secretária da pasta explica que o objetivo do trabalho desenvolvido pelo município é de melhorar a saúde e a qualidade de vida dos idosos. Para parabenizar a equipe, o prefeito Gilberto Garcia deverá receber a delegação campeã no gabinete do Paço Municipal na próxima semana, após voltar de viagem.

“Nova Andradina tem tradição na dança de salão e nossos integrantes deram um show. A plateia e os jurados se surpreenderam com nossa apresentação. Isso valoriza o trabalho dos profissionais da Semcias e demonstra o comprometimento do prefeito Gilberto Garcia com o esporte e o lazer para todas as idades. Parabéns aos nossos idosos”, comenta Julliana Ortega. 

O festival de dança

Os competidores com mais de 60 anos representaram as cidades de Anastácio, Bataguassu, Caarapó, Maracaju, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Ponta Porã, Taquarussu e Vicentina. Para participar do festival foi necessário estar totalmente imunizado contra Covid-19.

As apresentações foram avaliadas por júri técnico, com a participação de cinco especialistas em dança, que vão dar notas em relação ao tema e composição, performance, figurino, sincronismo e espaço. Os três melhores grupos da competição receberam placas de homenagem.

Assista a apresentação de Nova Andradina:

https://www.facebook.com/conviver.novaandradina.94/videos/420306356283218

Cb image default
Divulgação