Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Todas as pessoas abordadas na rua foram convidadas a serem assistidas na Casa do Migrante

Cb image default
Divulgação

A Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social realizou na noite de ontem (17) uma busca ativa junto à população em situação de rua visando o convencimento destes moradores para que se desloquem ao abrigo da Casa do Migrante.

A ação foi conduzida pela secretária Julliana Ortega juntamente com as profissionais do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), Valeria Rodrigues Almeida Dias (Coordenadora), as técnicas Iara Caroline Budoia e Marisa Oiveira da Silva dos Santos, e a Gerente da Proteção Especial, Fabiana Barbosa dos Santos. 

Cb image default
Divulgação

Todas as servidoras são capacitadas para lidar com pessoas em situação de risco pessoal e social, ameaça ou violação de direitos. Além do acolhimento, foram doados cobertores e, na Casa do Migrante, os acolhidos receberam alimentação.

Atendendo à solicitação do prefeito Gilberto Garcia essa abordagem social terá continuidade nos dias em que as temperaturas mínimas estejam abaixo de 10°C com objetivo de amparar a população em situação de rua.

Além das abordagens noturnas, a rotina de serviços de assistência consiste em conhecer a realidade dessas pessoas para a busca de soluções como entrar em contato com familiares, encaminhamento para a Casa do Migrante, orientação da emissão de documento, acompanhamento psicossocial e reinserção no mercado de trabalho.

“Os profissionais buscam diariamente conversar com moradores de rua e oferecer a eles uma nova chance para se livrar de vícios. É bem verdade que muitos não querem e admitem que são usuários de drogas e estão longe de seus familiares por sua própria escolha. Porém, jamais fecharemos os olhos para essa situação. Vamos fazer o possível para atendê-los em suas necessidades. A entrega de cobertores, o contato com as pessoas e o convite para passarem a noite na Casa do Migrante fazem parte do trabalho da nossa equipe”, explica Juliana Ortega.

Durante a abordagem, todas as pessoas abordadas na rua foram convidadas a serem assistidas na Casa do Migrante, que fica na rua Santo Antonio, 1043 – Centro. Para denunciar casos de moradores em situação de rua ligue para o plantão (67) 99627-3119