Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Sob a coordenação da Secretaria Executiva de Políticas Públicas da Mulher foram realizadas diversas ações como pedalada, carreata, lives e vídeos informativos

Cb image default
Divulgação

A pedalada rosa, realizada no último dia 30 de outubro, em parceria com os bike clubes encerrou as atividades do Outubro Rosa em Nova Andradina. Marcaram presença no evento cerca de 70 mulheres do Pedal De'llas, Gatas do Pedal, Tartarugas Mancas e Pata da Onça.

A secretária executiva de políticas públicas da mulher, Julliana Caetano Ortega, fez um balanço da campanha enaltecendo a participação efetiva das instituições parceiras e das mulheres, que aderiram as ações executadas ao longo deste mês. 

Cb image default
Divulgação

Além da pedalada, outras atividades esportivas foram promovidas como aulão de zumba, fitdance e defesa pessoal em parceria com os professores João Rafael e Valadares.

Em parceria com o Hospital do Amor, duas ações mobilizaram a sociedade. A primeira, uma carreata. A segunda uma live, que uniu informação com solidariedade. Na ocasião, foram arrecadados mantimentos para o Hospital de Jales e Casa de apoio Vovó Aldegonda. 

Cb image default
Divulgação

A organização contabilizou 142 caixinhas de leite, 50 pacotes de bolacha e 20 pacotes de macarrão. Além disso, o público pode conferir uma palestra com a enfermeira Ingrid Bumbieris Travain, coordenadora da saúde da mulher, sobre a importância de diagnóstico precoce do câncer de mama e colo de útero.

Vídeos, banners e cartazes informativos postados nas redes sociais e entrevistas nas emissoras de rádio locais completaram a programação do Outubro Rosa. Todas as atividades chamaram a atenção para prevenção do câncer de mama e adoção de hábitos saudáveis para combater a doença.

Cb image default
Divulgação

“Realizar atividades físicas como parte da rotina diária, começando por aquelas que lhe deem prazer, como caminhar, andar de bicicleta, dançar e nadar contribuirão para a proteção contra o câncer, segundo orientações do Inca. Então, nossa proposta de mobilizar a sociedade através do esporte, da solidariedade e do incentivo a realização de exames preventivos foi muito positiva”, avalia Julliana Ortega.

Vale ressaltar que o câncer de mama responde por um a cada quatro tumores em mulheres. Dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) apontam que o Brasil terá cerca de 66.280 novos casos de câncer de mama este ano, representando 29% de todos os tumores no sexo feminino.