Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

A 3ª remessa do cartão Mamãe Saudável Bebê Feliz foi entregue às famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional

Cb image default
Divulgação

Ainda com o cadastro aberto para a inserção de mais mamães ao Programa Mamãe Saudável Bebê Feliz, a Semcias (Secretaria de Cidadania e Assistência Social) chegou a marca de 96 cartões entregues às lactantes beneficiadas.

Fizeram parte da plataforma de autoridades, o prefeito Gilberto Garcia acompanhado da primeira-dama e madrinha do Programa Bem Nascer, Joana Darc Bono Garcia, presidente da Câmara, Leandro Fedossi, vereadores Fábio Zanata e Marcia Lobo, subsecretária Ana Kelly Clemente e a coordenadora de saúde da mulher e da criança, Ingrid Travain. Secretários municipais, servidoras do CRAS Irman Ribeiro e Durval Andrade Filho e cerca de 45 mamães e bebês também marcaram presença.

Cb image default
Divulgação

Os setores de assistência Social e de saúde atuam juntos na gestão do Mamãe Saudável Bebê Feliz, formando uma rede de atendimento materno-infantil, com ações que têm como foco conscientizar as mamães sobre a importância da amamentação, e a realização de atendimentos individualizados de pré-natal, consulta puerperal e acompanhamento do crescimento e desenvolvimento.

“O leite materno é a principal fonte de alimento para as crianças nos seus primeiros meses de vida. Esse leite materno ajuda na imunidade do recém-nascido e traz benefícios ao longo de toda a vida. Amamentei meus filhos e pude ver o quanto o aleitamento é importante na proteção do bebê e também para a mãe”, comentou a primeira-dama Joana Darc.

Cb image default
Divulgação

Os benefícios do aleitamento materno para o binômio mãe-bebê também foram citados pela coordenadora de saúde da mulher e da criança, Ingrid Travain. Ela também informou que os médicos e enfermeiros das ESFs podem tirar dúvidas sobre amamentação, planejamento familiar, uso de preservativos masculino e femininos, entre outros temas.

Representando a secretária Julliana Ortega nesta solenidade, Ana Kelly explicou que o programa atende famílias em situação de vulnerabilidade social, insegurança alimentar e nutricional. “É um programa de alimentação complementar, de incentivo ao aleitamento materno. Uma iniciativa inédita da gestão do prefeito Gilberto Garcia, que propõe um apoio financeiro mensal no valor de R$ 150,00 às lactantes de até 12 meses após o parto. O recurso deve ser utilizado para aquisição de gêneros alimentícios que contribuam para a saúde da mamãe e do bebê”, reforçou.

Daiane da Silva Shadeck, mamãe da bebê Estela, de apenas 3 meses, recebeu das mãos do prefeito Gilberto e da primeira-dama Joana, o seu cartão. “Quando soube que seria uma das beneficiadas, foi uma benção. Esse dinheiro vai ajudar muito, pois meu leite não é suficiente para alimentar minha filha, preciso complementar com frutas e até mesmo leite em pó”, pontuou.

A mamãe do garotinho de 8 meses, Yago Custódio Cavalcante, também foi uma das beneficiárias que retiraram o cartão nesta 3ª remessa. “O cartão chegou em uma boa hora. Meu bebê já está comendo frutas como maçã, pera e banana e não tá (sic) fácil comprar tudo que ele precisa com frequência. Tô (sic) muito feliz mesmo”, disse a jovem Rosemeire Custódio

O prefeito Gilberto Garcia também mostrou sua satisfação em atender quase 100 famílias com o “Cartão Amamentação”. “Cada família é importante para nós. Por isso, solicitei para que as equipes dos CRAS e da saúde acelerem o trabalho, façam visitas e novos cadastramentos, para podermos encaminhar o maior número possível de pessoas aptas a receberem esse benefício. Nova Andradina cresce, não temos recursos para tudo, mas saúde é e sempre será prioridade”.

Novos Cadastros

Para efetuar o cadastro é necessário levar a certidão de nascimento do bebê e documentos pessoais da mãe até o CRAS da sua referência (mais próximo da sua residência).