Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Materiais recicláveis devem ser colocados em saco aberto. Já o material orgânico deve ser depositado em saco de lixo fechado e amarrado.

Cb image default
Divulgação

A luta pela preservação do meio ambiente e a inclusão da reciclagem no cotidiano de todos os cidadãos é constante. Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado (Semadi) em parceria com a Transresíduos Ambiental, gestora do aterro sanitário, começam esta semana uma campanha de incentivo a coleta seletiva em Nova Andradina.

A ação motiva que os moradores separem seus resíduos, de forma que os orgânicos sejam todos colocados em um saco de lixo fechado e amarrado. Desta maneira, dificulta a ação de animais domésticos, ajuda a identificar o tipo de lixo acondicionado e auxilia o recolhimento do lixo doméstico pelos servidores da coleta tradicional.

Já os materiais recicláveis devem ser colocados em um saco aberto, ou caixa de papelão, para facilitar o trabalho de identificação do reciclável pelos funcionários da empresa responsável pela coleta seletiva, além de incrementar a reciclagem dos resíduos no município.

O material será veiculado em rádios, jornais impressos, revistas, sites de notícias, além de redes sociais. São anúncios para revistas, spots de rádio, banners para sites e internet, carro de som. Esses materiais também podem ser baixados e distribuídos nas mídias sociais institucionais do governo municipal.

Já o panfleto impresso e entregue aos moradores traz informações sobre os tipos de materiais que podem ser reciclados e o roteiro semanal da coleta dos bairros.

O serviço de coleta seletiva atende toda a área urbana em uma programação que direciona um dia da semana para recolhimento em cada região do município, de forma que os moradores de cada bairro possam se programar sem a necessidade de uma locomoção.

De acordo com a Semadi, a campanha instrui o consumidor para a prática correta da coleta seletiva dentro de casa e orienta como podem participar deste processo – juntamente com o governo - na responsabilidade compartilhada da gestão e destinação correta dos resíduos após a vida útil do produto.

Vele lembrar que a reciclagem é apenas uma das etapas do consumo consciente. “Antes, é preciso repensar o consumo, reduzir desperdícios, reutilizar os produtos e embalagens sempre que possível e, finalmente, não havendo mais possibilidade de tirar proveito dos resíduos, aí sim, encaminhar o que é reciclável para reciclagem”, ressalta Hernandes Ortiz, titular da pasta.

Todas as informações sobre coleta seletiva também estarão disponibilizados no site da Prefeitura Municipal de Nova Andradina, no link coleta seletiva. Nesta página, o cidadão terá acesso ao roteiro semanal da coleta dos bairros, tipos de materiais recicláveis e quantidade arrecadada mensalmente pela empresa gestora do aterro sanitário, telefones de contato da Transresíduos, setor de coleta de lixo domiciliar do município e Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Nova Limpa, entre outros dados. 

Cb image default
Divulgação