Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Evento é mais uma ação do Programa Cidade Empreendedora. Proposta foi lançada pela Associação Comercial em parceria com a Prefeitura e o Sebrae MS

Cb image default
Divulgação

A criação de um festival para entrar no calendário oficial de eventos de Nova Andradina é a novidade lançada ontem (20) pela Associação Comercial em parceria com a Prefeitura e o Sebrae MS, durante café da manhã com empresários locais.

O festival gastronômico é mais uma ação do Programa Cidade Empreendedora, com o intuito de fomentar as vendas e promover o setor de restaurantes, bares e lanchonetes, impactos pela pandemia. É também uma oportunidade para as empresas divulgarem seu empreendimento aos consumidores. 

Cb image default
Divulgação

A proposta foi apresentada pelo secretário de meio ambiente Hernandes Ortiz e pelos consultores do Sebrae, Hitalo Silva e Eduardo Raslan.

O presidente da Acina, Renato Lazarini, disse que sabe da luta dos empresários deste segmento para manter os estabelecimentos abertos, no período de restrições impostas pela pandemia.

“Aos poucos a situação está voltando à normalidade, mas o comércio noturno, em especial, os restaurantes foram fortemente afetados a cada medida restritiva. Então, a Acina como a casa do empresário, pensou em fazer algo em benefício desses setores e encontramos na Prefeitura e no Sebrae o apoio necessário”, comentou.

Para o secretário Hernandes Ortiz, o programa Cidade Empreendedora vem com a proposta de criar ações para acelerar o desenvolvimento local e isso só será possível com a união de esforços entre poder público e iniciativa privada.

“Pensar no futuro, buscar novas fontes de emprego e renda, movimentar a economia da cidade. Essa é a receita do desenvolvimento, mas para que isso aconteça é fundamental somar forças. A realização deste festival é resultado dessa união entre Prefeitura, Sebrae e Acina. É mais uma iniciativa em prol do fortalecimento do comércio, responsável pelo sustento de milhares de famílias nova-andradinenses”, frisou o titular da pasta de desenvolvimento da indústria, do comércio, do turismo e da agricultura. 

A primeira edição do festival terá a participação de até 20 empresas. Cada restaurante deverá fazer a inscrição de um prato do seu menu ou criar um prato especial para a ocasião, no valor de R$ 25,00.

As empresas que fizerem a adesão, irão receber capacitação na área de higiene e manipulação de alimentos, orientação sobre marketing digital, gestão de negócios, entre outras qualificações para aprimorar o seu empreendimento. Também faz parte do pacote, a divulgação dos estabelecimentos nos órgãos de imprensa e redes sociais.

Nas palavras do consultor do Sebrae, Hítalo Silva, a ideia é explorar o potencial gastronômico da Capital do Vale do Ivinhema. “Estamos num momento de flexibilização das regras e de controle dos casos de covid. Com isso, o comércio poderá trabalhar e as pessoas, que até então estavam nas suas casas estão avidas em confraternizar, reunir os amigos, que muitas vezes não viam na pandemia. Nova Andradina tem uma estrutura excelente, mas não muito divulgada. Assim, queremos unir a classe, fortalecer este setor tão importante para o desenvolvimento do município”, esclarece.

O 1º Festival Gastronômico será realizado em dezembro. No seu encerramento está prevista a promoção de um grande show musical gratuito, sob organização da Prefeitura Municipal de Nova Andradina.