Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações
Cb image default
Divulgação

O prefeito José Gilberto Garcia decretou estado de emergência ambiental em toda a extensão territorial, áreas urbana e rural, do Município de Nova Andradina, afetada pela seca.

O decreto Nº. 2.853, de 19 de agosto de 2021, publicado no Diário Oficial autoriza os órgãos componentes da Administração Municipal a empregar e a destinar seus recursos humanos, financeiros e materiais, veículos e equipamentos para auxílio à população e áreas afetadas, mediante prévia articulação com o órgão de Coordenação do Sistema Estadual de Defesa Civil.

A medida foi tomada com base nas análises dos problemas provocados pela estiagem prolongada, baixa umidade do ar e um volume de chuvas 40 a 50% abaixo do esperado até setembro, devido à atuação de uma massa de ar seco, podendo acarretar como principal impacto o aumento de incêndios naturais e criminosos.

Além disso, é notório que as pastagens estão secas, existe problemas no abastecimento de água destinado ao consumo humano e à dessedentação de animais nas comunidades rurais, bem como as culturas agrícolas.

Nos últimos dias, foi verificado na zona urbana inúmeros focos de incêndio em propriedades privadas da cidade. O maior devastou a área de proteção ambiental que margeia os bairros Horto Florestal, Vila Beatriz e Campo Verde.

“Este decreto é uma resposta imediata do governo municipal diante dos prejuízos ambientais e financeiros ocasionados pela seca. Determinei às secretarias que prestem todo apoio aos produtores rurais e a toda população afetada pela seca, principalmente com relação a saúde pública, devido à baixa umidade relativa do ar”, alertou o prefeito.

O decreto na íntegra está disponível em documento anexo a esta reportagem.

Campanha contra queimadas

A Prefeitura lançou no início desta semana, uma campanha contra as queimadas. A iniciativa tem como objetivo manter a vigilância contínua contra as queimadas e chamar a população para participar das ações de preservação e denunciar incêndios criminosos.

Com o mote: “Queimada é crime. Apague essa ideia”, a campanha informa que atear fogo em áreas públicas e privadas é crime ambiental e danifica o ecossistema, quem faz queimada também prejudica a saúde pública, principalmente das crianças e idosos.

“As queimadas trazem prejuízos à saúde e à segurança da população e, obviamente, a economia. O material de campanha está disponível no facebook da Prefeitura, órgãos de comunicação locais e regionais como sites, rádios, jornais, entre outros”, destaca o secretário de meio ambiente e desenvolvimento integrado, Hernandes Ortiz, que também é o responsável pela Defesa Civil do município.