Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Gilberto Garcia comemorou a celebração do convênio, agradecendo o empenho do governador Reinaldo Azambuja e do ex-secretário Eduardo Riedel

Cb image default
Divulgação

O governo de Mato Grosso do Sul autorizou nesta terça-feira 28, a assinatura do convênio com o município de Nova Andradina, que permitirá a aplicação de R$ R$ 8.889.258,29 em obras de drenagem de águas pluviais e pavimentação das vias do Distrito Industrial José Marques. A ação tem como finalidade o incentivo à atração de novos investimentos e valorização das empresas que já atuam no segmento industrial em Nova Andradina.

Nos próximos dias, o prefeito Gilberto Garcia e os secretários Júlio Cesar Castro Marques (infraestrutura) e Hernandes Ortiz (desenvolvimento integrado) vão até Campo Grande para assinar o convênio com o governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (SEMAGRO) com recursos financiados por meio do Fundo Estadual Pró-Desenvolvimento Econômico (PRÓ-DESENVOLVE) e da prefeitura de Nova Andradina.

O prefeito Gilberto Garcia comemorou autorização do convênio, pois a obra é um compromisso desta administração com os empresários locais e um sonho de todos aqueles que torcem pelo desenvolvimento e progresso do município.

“É uma demanda que o município, sozinho, não conseguiria realizar. Desde 2019, protocolamos o ofício na Semagro e, graças a sensibilidade e empenho do governador Azambuja e de lideranças como o secretário Jaime Verruck, ex-secretário Eduardo Riedel e ex-subsecretário Pedro Caravina, a cidade passará a oferecer uma estrutura ainda melhor para os investidores, que apostam no potencial de crescimento da nossa Capital do Vale do Ivinhema”, esclarece o prefeito.

Segundo informações do secretário Júlio Cesar, “próximo passo é providenciar as documentações para dar andamento a abertura da licitação da obra”, pontua o engenheiro.

“As melhorias favorecem os setores industrial e de serviços, além de garantir condições para a atração de novos empreendimentos e a geração de mais empregos. Nossa perspectiva é dotar a área com total infraestrutura e proporcionar maior competitividade às indústrias já instaladas ou que tenham interesse em investir na nossa terra”, complementou o secretário Ortiz. 

Cb image default
Divulgação

Mais sobre o Distrito Industrial José Marques

Com uma área ocupada de 386 mil metros quadrados, o Distrito Industrial José Marques conta com 38 empresas ativas, que geram cerca de 600 empregos diretos. Entre as empresas instaladas no parque estão: fábrica de estruturas metálicas, fábrica de móveis de madeira, fabrica de artefatos de cimento para uso da construção, fábrica de fios de cobre, indústria de couro, e outras diversas de pequeno e médio porte nos mais variados setores.