Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Iniciativa do governo municipal ampara famílias vulneráveis e estimula pequenos produtores. Coopaolga foi a vencedora da licitação, no valor de R$ 436.900,00

Cb image default
Divulgação

A Prefeitura de Nova Andradina promoveu a 1ª chamada pública da assistência social do Programa Alimenta Brasil (PAB) para aquisição de produtos da agricultura familiar. A iniciativa do governo municipal tem como objetivo amparar as famílias vulneráveis e incentivar os pequenos produtores.

É mais uma ação do programa Cidade Empreendedora, desenvolvido pelo Sebrae/MS e Prefeitura, através das Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social e Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Integrado.

A licitação foi concluída nesta terça-feira (17), tendo com vencedora a Cooperativa de Produção dos Agricultores Familiares do Coopaolga, que será responsável pela entrega de 150 kits mensais às famílias atendidas pelas duas unidades do CRAS – Irman Ribeiro, Durval Andrade Filho e de Nova Casa Verde. 

Cb image default
Osmar de Castro Lemes, presidente da Coopaolga

O valor investido através deste programa é de R$ 436.950,00. Os kits são compostos por 35 itens da agricultura familiar, entre eles: abacaxi, abóbora, abobrinha, acelga, acerola, alface, alho. Almeirão, banana (duas variedades), batata doce, berinjela, beterraba, brócolis, cará, cebola, cebolinha, cenoura, chicória, couve, goiaba, laranja, limão, mamão, mandioca, maracujá, melancia, milho, pão, poncã, repolho, rúcula, salsa, tangerina e tomate.

Para a secretária Julliana Ortega, a iniciativa fortalece a agricultura familiar e coloca comida na mesa de quem mais precisa. “É a primeira vez que promovemos uma licitação para aquisição de produtos hortifrutigranjeiros que serão destinados às famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional, atendidas pela rede socioassistencial do município”, frisou.

Destacando o trabalho da administração municipal em benefício da agricultura familiar, Hernandes Ortiz afirmou que nunca se fez tanto pelo setor como nesta gestão.

“A Prefeitura presta grande contribuição para o desenvolvimento da agricultura familiar, que é quem fornece os produtos da merenda escolar e, agora também, das famílias atendidas pelos CRAS, por meio de associações e cooperativas. É o típico projeto onde todos ganham. As famílias se alimentam com produtos mais saudáveis e de qualidade, os agricultores conseguem vender sua produção por um preço justo, fazendo girar a economia do município e gerando emprego e renda no campo”, ressaltou o secretário de desenvolvimento integrado.

Após o término do certame licitatório, os secretários Hernandes Ortiz e Julliana Ortega se reuniram na sala de licitações, com a equipe de pregoeiros do município, Osmar de Castro Lemes, presidente da Cooperativa de Produção dos Agricultores Familiares do Coopaolga, e os agentes do Sebrae, Hitalo Silva e Luis Pivovar para registrar esse momento histórico.