Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

A Sala do Empreendedor atendeu dezenas de MEIs

Cb image default
Divulgação

Em parceria com a Casa do Trabalhador e Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social, a Secretaria de Desenvolvimento Integrado levou ao público participante da Feira do Trabalhador, diversas atividades no intuito de promover e despertar o potencial empreendedor da população nova-andradinense.

Nos dias 29 e 30 de maio, a primeira edição da Feira do Trabalhador, realizada no Centro da Juventude de Nova Andradina, envolveu agentes públicos e privados que expuseram alternativas para o cidadão que deseja inserção no mercado de trabalho, e aos já empregados, maior reconhecimento e crescimento profissional.

Com o apoio de empresas já consolidadas na economia regional, a Semdi proporcionou no evento atendimentos exclusivos ao micro empresário individual através da Sala do Empreendedor que presta serviços e assistência ao MEI. Prestando assessoria profissional ao evento, o agente público Silvano Marques detalhou os objetivos da participação da Sala do Empreendedor na Feira.

“Com um atendimento humanizado ao munícipe, não podíamos ficar de fora desta ação, por isso, com presteza, marcamos presente neste evento atendendo aos participantes com orientação correta indicando aos micro empreendedores individuais o modo certo de abrir seu negócio”, disse Silvano.

A Sala do Empreendedor atendeu dezenas de MEIs, indicando os passos para atuação nesta categoria empresarial, começando pela regularização junto aos órgãos competentes, qualificação para tornar um negócio rentável, com possibilidade de expandirem seus negócios. Neste sentido, o secretário responsável pela pasta, Hernandes Ortiz, comemorou os resultados da atuação da Sala do Empreendedor, apontando que sua missão tem sido cumprida em Nova Andradina.

“A geração de renda e emprego em pequenos e médios centros urbanos passa pelo fortalecimento dos microempreendedores, e os nossos servidores proporcionam aos MEIs e aos futuros MEIs, os passos certos para empreender com sucesso na economia. Sem planejamento e estudo do mercado, todo trabalho pode ser em vão se o microempreendedor não buscar conhecimento e adaptações às adversidades cotidianas, sobretudo inserir seu negócio às demandas de nosso Município”, defende Ortiz.