Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações
Gestores da Assistência Social estão preparando conferência regional que será realizada em Nova Andradina A secretária de Cidadania e Assistência Social, Maria Eugênia Bruno Andreassi, recebeu na tarde de quarta-feira (08) gestores de assistência social de nove municípios da região Leste, para discutir propostas para a Conferência Regional da Assistência Social, que será realizada no dia 24 de agosto e tendo como sede o município de Nova Andradina. A conferência estadual está sendo organizada pelo Conselho Estadual de Assistência Social, Conselhos Municipais da região, Secretaria Municipal de Assistência Social e Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (SETASS). Estiveram reunidos gestores dos municípios de Anaurilândia, Angélica, Bataguassu, Batayporã, Ivinhema, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Santa Rita do Pardo e Taquarussu. O Estado foi dividido em oito regiões, onde estão sendo realizadas conferências regionais a fim de referendar os delegados eleitos nas conferências municipais, além de levantar propostas regionais de proteção social especial de alta e média complexidade, que serão levadas para a Conferência Estadual de Assistência Social. Na região Sul Fronteira, a conferência regional foi realizada no dia 03 de agosto, em Ponta Porã, a região Norte promove a conferência no dia 10 de agosto, em São Gabriel D’Oeste, no dia 17 de agosto, a conferência será realizada em Três Lagoas, região do Bolsão. Na região do Alto Pantanal, a conferência será realizada no dia 31 de agosto, em Corumbá, já para a região da Grande Dourados, o município de Dourados sedia a conferência regional no dia 06 de setembro, em Jardim, acontece no dia 14 de setembro a conferência e finalmente, no dia 21 de setembro, acontece na Capital a conferência da região Central. O tema da conferência em Nova Andradina é “Compromissos e responsabilidades para assegurar proteção social pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS)”. “Estamos realizando a primeira conferência regional, momento em que devemos levantar propostas para a conferência estadual”, salientou a secretária. Segundo Maria Eugênia, o produto final das conferências será a implantação de políticas públicas para a Assistência Social, a nível federal.