Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações
Cb image default
João Cláudio 

Idosos e portadores de doenças crônicas são os grupos mais suscetíveis ao desenvolvimento de quadros respiratórios graves e resultados fatais ao se infectar com o novo coronavírus.

Para levar informações e tirar dúvidas sobre a prevenção e cuidados com a saúde do idoso relacionados ao Covid-19, a equipe de profissionais do Centro de Reabilitação de Nova Andradina acompanhada da diretora da Agehnova, Marcia Lobo, foi até o Condomínio do Idoso, local onde residem apenas idosos acima de 60 anos. 

Cb image default
João Cláudio

A visita aconteceu na tarde desta terça-feira, dia 17, pelas fisioterapeutas Evelise Trindade Galiego e Fabricia Lucas de Siqueira, e a fonoaudióloga Thais Grigolo.

De acordo com Márcia Lobo, as profissionais de saúde reuniram os moradores em pequenos grupos para falar sobre os sintomas da doença e quais medidas que devem ser tomadas caso algum morador apresente alguns desses sintomas.

“A equipe de saúde visita periodicamente os idosos do condomínio. Então, em caso de febre, tosse ou uma gripe, orientamos para que procure um ESF. Nos casos mais graves, como falta de ar deve-se dirigir ao hospital. O importante é evitar ir até as unidades de saúde sem necessidade. Até mesmo a vacina da gripe será ministrada aqui mesmo no Condomínio”, informa a diretora da Agehnova.

A aposentada Macária de Souza agradeceu a visita das servidoras municipais. “É muito importante a gente ter esse conhecimento para tomar cuidado com esse vírus que está matando pessoas no mundo todo. Espero que esse problema seja passageiro e logo possamos voltar a vida normal”, disse. 

Cb image default
João Cláudio

Orientações ministradas aos idosos

A transmissão acontece pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo (toque ou aperto de mão) e contato com objetos ou superfícies ontaminadas seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

- hábitos de higiene são as principais formas de prevenção. Portanto, higienizar as mãos com água e sabão antes das refeições, após tossir, espirrar ou usar o banheiro.

- Quando a mão não estiver mais com alguma sujeira visível, o álcool gel é um complemento à higienização.

- Também deve ser evitado tocar em olhos, nariz ou boca após tossir ou espirrar ou após contato com superfícies, assim como não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.

- Ao tossir ou espirrar, proteger boca e nariz com a parte interna do cotovelo ou com lenços (preferencialmente descartáveis). Isso é o que se chama de etiqueta respiratória e é essencial para evitar a disseminação de gotículas das secreções no ambiente.

- Evitar aglomerações de público. 

Cb image default
João Cláudio