Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Gilberto Garcia anunciou o programa Lote Urbanizado Municipal, a concretização de mais uma parceria com o estado para a construção de 8 moradias precárias, entre outros projetos habitacionais

Cb image default
Divulgação

O prefeito José Gilberto Garcia e a diretora presidente da Agehab/MS, Maria do Carmo Avesani Lopes, realizaram nesta terça-feira, dia 1º de fevereiro, o sorteio de 60 lotes doados pela Prefeitura para a realização do Programa Lote Urbanizado, em benefício das famílias nova-andradinenses.

A seleção das famílias foi transmitida ao vivo pelo facebook oficial da prefeitura de Nova Andradina e contou com a presença da primeira dama Joana Darc, do presidente da Cãmara, Leandro Fedossi, vereadoras Marcia Lobo e Gabriela Delgado, vereadores Pedro Soares e Wilson Almeida, diretor presidente da Agehnova, Luciano Leal, e o representante do governo do estado no Vale do Ivinhema, Márcio Pezão.

Durante a transmissão, Maria do Carmo afirmou que com a união entre governo do estado, município de Nova Andradina e cidadão está sendo possível realizar o sonho da casa própria. 

Cb image default
Divulgação

“É uma parceria que vem dando certo. Concluímos a primeira etapa do programa e as famílias contempladas já estão morando em suas casas. Agora, estamos realizando é a segunda etapa, com mais 60 moradias. Nesse programa o município entra com a doação do terreno, o estado faz a base e financia a estrutura de cobertura e o cidadão é responsável pela construção da unidade habitacional”, destacou a titular da Agehab.

Gilberto Garcia ressaltou a preocupação da gestão municipal em reduzir o déficit habitacional no município. “Está em fase de regulamentação a aquisição de 40 hectares de área para a construção de 850 unidades habitacionais, garantido que o município possa dar continuidade a construção de moradias para os mais simples e mais humildes. Esse é o nosso compromisso. Ter um lar é um sonho de muitas famílias e, com projetos e parecerias, vamos ajudar mais e mais famílias a realizar esse sonho”, declarou o prefeito, ao informar que a Prefeitura vai disponibilizar um engenheiro para acompanhar o passo a passo das construções.

O chefe do poder executivo municipal anunciou ainda que pretende colocar em prática o programa Lote Urbanizado Municipal, concretizar mais uma parceria com o estado para a construção de 8 moradias precárias, entre outros projetos habitacionais destinados as famílias mais vulneráveis.

O valor do benefício para as famílias contempladas gira em torno de 70 mil, sendo 50 mil reais o valor do terreno (doado pela Prefeitura) e mais 20 mil reais para a construção do alicerce (de responsabilidade do governo estadual). A responsabilidade do cidadão é com a construção da unidade no prazo determinado. O governo do estado ainda financia a cobertura da casa.

Ao final da transmissão, o diretor da Agehnova, Luciano Leal, informou que deverá se reunir com a equipe da Agehab na sexta-feira, dia 4 de fevereiro. E a partir de segunda-feira (7/02), a Agehnova começa a organizar as convocações, dentro dos critérios previstos na legislação vigente. “Pedimos a colaboração e a compreensão das famílias, porque é um momento de ansiedade e de felicidade. Com transparência, vamos cumprir as etapas burocráticas, dar as orientações corretas e, com isso, ajudar as famílias a realizarem o sonho da casa própria”, informou.

Mais informações

A seleção do Projeto Lote Urbanizado é efetuada pela AGEHAB que através do Sistema de Inscrição Compartilhada realiza eletronicamente a seleção das famílias conforme critérios exigidos pelo Programa Habitacional, e, disponibiliza no site da Agência a relação dos nomes pré-selecionados, que passarão em primeiro momento por análise ao sistema do Cadastro Nacional de Mutuários – CadMut, sendo possível também que a população local possa conferir os nomes e contestar no prazo de cinco dias, se for o caso.

Posteriormente a este prazo e avaliação, a equipe Social da Prefeitura entrará em contato com as famílias para que as mesmas entreguem as documentações exigidas pelo Projeto.