Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Quando a população vê que o trabalho do gestor público está centrado em ações de interesse coletivo, as pessoas confiam em fazer investimentos

Cb image default
Foto_Focco Video

Um dos segmentos econômicos que mostra com mais clareza o crescimento de uma cidade é, sem sombra de dúvidas, o imobiliário. Seja a construção civil, que viceja cada dia de forma mais expressiva, ou pelo número de loteamentos que brotam em todos os cantos da cidade.

Segundo levantamento da Secretaria Municipal de Infraestrutura, nos últimos anos foram aprovados nove novos loteamentos públicos e particulares, localizados no perímetro urbano. A Prefeitura analisa ainda processos para implantação de loteamentos na área rural.

Os empreendimentos preveem a construção de conjuntos habitacionais nas extremidades do município, com total infraestrutura de saneamento básico, energia elétrica, galerias de águas pluviais e asfalto.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Júlio Cesar Castro Marques, a instalação dos novos loteamentos movimenta a economia local, gerando novos empregos e renda, fomentando o mercado de materiais de construção em geral. Os setores de máquinas, equipamentos e implementos também acabam sendo favorecidos, o que auxilia na manutenção dos empregos já existentes, ainda que em épocas de crise.

Ele também credita esse momento favorável à performance da administração municipal, considerando que quando a população vê que o trabalho do gestor público está centrado em ações de interesse coletivo, as pessoas confiam em fazer investimentos.

“A indústria da construção civil é forte e isso reflete em toda cadeia produtiva. Os investidores acreditam no potencial de desenvolvimento do município e o clima de otimismo se transforma em mola propulsora desse boom imobiliário. Por consequência, isso representa uma nova fonte de receita para Prefeitura, que pode investir em áreas como saúde, educação e assistência social”, finaliza.