Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Iniciativa visa à conscientização e à prevenção de acidentes de trabalho

Cb image default
Divulgação

Segundo dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil ocupa o 4º lugar no ranking dos países que mais registram mortes durante atividades de trabalho. Por conta disso, foi criada a campanha “Abril Verde”, que busca conscientizar a redução desta estatística no País.

O dia 28 de abril é dedicado à memória das vítimas de acidentes e doenças do trabalho. A data foi instituída devido a um acidente que matou 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, em 1969. Já no Brasil, foi promulgada a Lei No. 11.121, em maio de 2005, criando assim o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

Cb image default
Divulgação

A campanha Abril Verde visa conscientizar empregadores e trabalhadores sobre a importância do zelo pela saúde e segurança do trabalhador e suas atividades de trabalho durante o expediente. Além de mobilizar a sociedade para a prevenção de doenças ocupacionais, ela ainda ressalta a melhoria nas condições de trabalho e a redução dos acidentes e os agravos à saúde do funcionário.

Em Nova Andradina, o setor de Vigilância em Saúde do Trabalhador (VISAT) é o responsável por implantar as ações deste movimento social chamando a atenção da sociedade para a adoção de uma cultura permanente de prevenção de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais. 

Cb image default
Divulgação

No entanto, em virtude da pandemia do novo coronavírus algumas iniciativas ficaram prejudicadas, como a realização de palestras e blitz no trânsito para divulgar a campanha. Nesta edição, a única atividade programada foi a distribuição de squeezes com o slogan da campanha em todas as unidades de saúde aos profissionais da saúde que fazem as notificações de doenças.

“Reforçamos aos nossos parceiros e colaboradores os cuidados com a prevenção de doenças no ambiente de trabalho, principalmente para evitar a propagação do novo coronavírus, pois muitos profissionais de saúde estão sendo contaminados no ambiente de trabalho em todo país”, alerta a responsável técnica pela vigilância epidemiológica, Tatiana Rovani.

Cuidados como a higienização das mãos, disponibilizar álcool em gel nas salas, uso de EPI (máscaras e luvas), suspensão de reuniões presenciais redução do número de colaboradores dentro das unidades para evitar aglomeração foram algumas das medidas adotadas em todas as ESFs.

Abril Verde “Juntos Pela Saúde e Segurança no Trabalho“

De acordo com dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, de 2012 a 2018, o Brasil registrou 16.455 mortes e 4.5 milhões acidentes. No mesmo período, gastos da Previdência com Benefícios Acidentários corresponderam a R$79 bilhões, e foram perdidos 351.7 milhões dias de trabalho com afastamentos previdenciários e acidentários.