Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Média é de 1,5 acidentes por dia. Número é elevado, considerado o tamanho da população e o número de casos que não são notificados

Cb image default
Divulgação

A Vigilância em Saúde do Trabalhador de Nova Andradina registrou nas unidades de atendimento do município 563 acidentes relacionados ao trabalho em 2021. O número é elevado, se considerado o tamanho da população e o número de casos que não são notificados.

Considerando as notificações registradas, é possível traçar um perfil das vítimas desses acidentes graças ao levantamento de dados como sexo, faixa etária e os tipos de lesões que ocorrem com maior incidência entre outros.

De acordo com estes indicadores, cerca de 81,53% das vítimas de acidentes são do sexo masculino, 18,47% com trabalhadoras do sexo feminino. 

Cb image default
Divulgação

A maioria ocorreu com trabalhadores com idade entre 26 a 39 anos, seguido pelos trabalhadores na faixa etária dos 18 a 25 anos, correspondendo estas duas faixas a 70% do total de acidentes de trabalho.

Cb image default
Divulgação

Estes indicadores consolidados pela Vigilância em Saúde do trabalhador são de fundamental importância para traçar o perfil epidemiológico do município com o objetivo de definir estratégias para a promoção da saúde e da segurança no trabalho.

A responsável técnica da Saúde do Trabalhador, Gleice Corneto, ressalta importância de se cuidar da saúde e da segurança dos trabalhadores, buscando na conscientização uma ferramenta de prevenção, em especial, neste dia 28 de abril, Dia Nacional em Memória as Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

“Apoiar o Abril Verde é acreditar que se pode fazer mais por um trabalho saudável e sem acidentes. É preciso gerar a conscientização que somente com o envolvimento, com a troca de informações, é que se pode favorecer uma cultura de prevenção à vida e à saúde no ambiente de trabalho”, completou Gleice.

Campanha Abril Verde

Em maio de 2005 foi instituído no Brasil, pela Lei n° 11.121/05, o dia 28 de Abril, como o Dia Nacional em Memória as Vitimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, e por conta desta data foi estabelecido o mês de Abril como o mês de conscientização sobre Saúde e Segurança no trabalho o “Abril Verde.

Tudo começou com um acidente que ocorreu no estado da Virginia, nos Estados Unidos, no ano de 1969, onde cerca de 78 trabalhadores de uma mina na cidade de Farmington, morreram em decorrência de uma explosão durante o trabalho. Em memória a este acontecimento, o dia 28 de abril é celebrado mundialmente como o dia Mundial em memória as Vitimas de Acidentes de Trabalho.

No Brasil, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o número de acidentes de trabalho passa de 700 mil por ano, índice que coloca o país em 4° lugar no ranking mundial da Organização Internacional do trabalho.

Em 2018, a Previdência Social registrou cerca de 579.951 acidentes de trabalho, sendo que neste montante estão somente os acidentes que foram legalmente registrados por empregados que possuem vinculo empregatício com carteira assinada. Ainda, segundo dados do Fundacentro, se fossem contabilizados os trabalhadores informais e autônomos, este número pode ser até sete vezes maior, se aproximando de 4 milhões de acidentes todos os anos.