Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Atividade faz parte da programação da Campanha Setembro Amarelo

Cb image default
Foto: William Gomes
Cb image default
Foto: William Gomes

A corporação do 8° Batalhão da Polícia Militar de Nova Andradina participou nesta quarta-feira (25) de uma palestra sobre prevenção ao suicídio. A atividade faz parte da programação da Campanha Setembro Amarelo, que está sendo realizada pela Secretaria Municipal de Saúde.

A palestra ministrada pelo psicólogo Carlos Augusto Simões abordou dados estatísticos de registros de suicídio no Brasil, fatores de risco que levam a pessoa cometer suicídio, a desmistificação de crenças comuns sobre o tema, e descreve como falar sobre suicídio pode aliviar a angústia e a tensão que sentimentos e pensamentos suicidas trazem. Na ocasião, os policiais também puderam interagir com outros colegas, debater e tirar dúvidas sobre o assunto.

Segundo dados do 13º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em 2018, 104 agentes tiraram a própria vida. A taxa saltou 42,5% em comparação a 2017. O Suicídio de policiais supera mortes em operações no país. Por isso, falar sobre suicídio é muito importante para os policiais militares, já que diariamente esses policiais são submetidos às diversas situações de estresse e ainda tomada de decisões de alta complexidade.

Cb image default
Foto: William Gomes

Conforme Carlos Augusto, o índice de suicídio entre policiais é três vezes maior que em outras profissões. Porém, o tema ainda é considerado um tabu. Este evento permite entender como isso funciona, a sua origem e a quem procurar.

“Essas informações permitem aprender ainda mais sobre comportamentos típicos de suicídio, quer seja entre policiais, familiares ou um desconhecido. Além disso, pretende prevenir um mal silencioso e altamente perigoso para os policiais militares. Se tivermos um comportamento adequado para acolher, identificar os sinais, podemos salvar vidas”, afirma Carlos Augusto.

O comandante da PM, tenente coronel, André Henrique de Deus Macedo esteve presente na abertura da solenidade. A assistente social, Jozelli Chulli, representou o governo municipal neste ato e agradeceu a todos pela parceria da PM nesta campanha. 

O encerramento das ações do Setembro Amarelo será realizado na próxima segunda-feira, dia 30, as 19 horas, em solenidade na Câmara Municipal, onde haverá a entrega das premiações para os alunos participantes do concurso de frases.