Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

Novo horário de atendimento na USB Central será das 7h às 19 horas, sem interrupção no horário de almoço

Cb image default
Arquivo/Cogecom

A gestão do prefeito de Nova Andradina, Gilberto Garcia, anunciou nesta segunda-feira (15), a implantação de mais 02 equipes de Saúde da Família na UBS Centro e a ampliação no horário de atendimento nesta unidade que passara a ser das 7h às 19 horas, além da abertura de uma nova ESF no Jardim Universitário. A implantação destes novos serviços levou a necessidade de nova organização territorial para levar atendimento a novos bairros.

Cb image default
Divulgação

As novidades foram trazidas pelo secretário de saúde, Sérgio Maximiano, e pela Gerente de Atenção a Saúde, Simone Marega, em live transmitida ao vivo pela página oficial de facebook da Prefeitura Municipal.

As mudanças foram necessárias para melhorar os índices de cobertura da atenção primária à população, já que dados do Ministério da Saúde mostram que 56% da população é assistida pelas unidades Saúde da Família (ESFs) nos bairros, a chamada atenção primária ou porta de entrada dos usuários no sistema de saúde.

A oferta de serviços não acompanhou o crescimento populacional. As unidades básicas mais recentes do município são a da Vila Beatriz, inaugurada há 10 anos, e a UBS Central, inaugurada há pouco mais de ano.

Assim as ESFs existentes não foram suficientes para absorver os moradores de novos loteamentos como Jardim Imperial, Jardim Monte Carlo, Residencial Paris, Portal do Parque, e toda a região do Jardim Universitário composta pelos bairros Almesinda Costa Souza, Randolfo Jareta e Celina Gonçalves.

Até agora, parte dessa população vinha sendo atendida no CEM (Centro de Especialidades Médicas) e Hospital Regional.

A partir da abertura de duas novas equipes de profissionais para atuar na USF do Centro, foi possível ampliar o horário de atendimento à população (das 7 às 19horas, sem intervalo de almoço), reestruturar a atenção básica e estender a cobertura para localidades não assistidas ou fora da área de abrangência das ESFs existentes.

Para colocar essas mudanças em prática houve a necessidade de fazer uma nova organização territorial para o atendimento à população. Isso significa que algumas famílias foram remanejadas para outras unidades básicas de saúde.

Um dos casos ilustrados por Simone durante a live foi de moradores do Irman Ribeiro, a mais atingida pela mudança de território. Segundo a coordenadora, dependendo da rua onde mora, o cidadão poderá ser transferido para a USF Centro.

“A Unidade de Saúde da Família Irman Ribeiro vai passar a atender toda a extensão do Portal e Parque e Jardim Alvorada e alguns quarteirões localizados em frente a Unidade. Assim para que a ESF do Irman Ribeiro possa atender esta população houve a necessidade de parte das pessoas que antes eram atendidas neste ESF forem remanejados para a USF Centro. Isso vai ocorrer em outros casos”, esclarece.

E complementa: É um processo que pode gerar, inicialmente, alguns transtornos à população, mas é irreversível, já que a cidade cresce e temos que nos adaptar para que todos tenham acesso à saúde”, informou, alertando que o limite de pessoas atendidas por ESF é de 4 mil habitantes cadastrados.

Outra inovação que está prestes a se concretizar é a abertura de uma nova ESF no Jardim Universitário. Somente nesta área são mais de 3500 residentes.

“A determinação do prefeito Gilberto Garcia é para abrir as portas da unidade de saúde até o mês de agosto para atender essa grande demanda. A equipe está contratada e estamos ultimando os preparativos para oferecer este novo serviço aos moradores de toda essa região. Todas as medidas são resultado de muito planejamento e estudos minuciosos para melhorar a qualidade dos atendimentos”, explicou o secretário Sérgio.

A maior vantagem na adoção deste novo modelo é a ampliação do acesso ao atendimento, com equipes completas e formadas por médicos, dentistas, agentes de saúde, enfermeiros e auxiliares de enfermagem.

Quem tiver dúvidas, pode entrar em contato na Secretaria Municipal de Saúde ou na ESF onde sempre foi atendido. A equipe irá direcionar o atendimento para a ESF de sua referência.